Escola Superior de Defesa sedia jogos escolares regionais do Distrito Federal

blank

Depois de muito treino e dedicação, alunos de cinco escolas das regiões Paranoá e Itapoã, do Distrito Federal, concluíram, na sexta-feira passada (13), os Jogos Escolares (JEPI) 2022, novamente em sua versão presencial. A atividade esportiva ocorreu na Escola Superior de Defesa (ESD), que cedeu o espaço para o torneio, nos dias 9, 11 e 13 de maio.

Os estudantes competiram nas modalidades coletivas de futsal, voleibol e handebol, na faixa etária de 12 a 17 anos, dos gêneros masculino e feminino. Participaram das disputas cerca de 450 alunos, que buscaram uma classificação para os Jogos Escolares do Distrito Federal (JEDF), previstos para o período de junho a agosto.

De acordo com o Coordenador Intermediário da Unidade de Educação Básica da Coordenação Regional de Ensino do Paranoá e Itapoã, Francisco de Castro Silva, realizar as atividades na ESD foi essencial para que as escolas cumprissem o cronograma dos Jogos. “As regiões Paranoá e Itapoã são muito carentes de espaço e esta parceria com a ESD nos possibilitou usufruir de uma estrutura para realizar vários jogos no mesmo dia e simultaneamente, o que seria impossível em outro lugar”, afirmou.

A relação da Escola Superior de Defesa com o esporte não é novidade, pois a ESD já integra o Programa Forças no Esporte (PROFESP). De acordo com o Coronel Carlos Eduardo Ilha dos Santos, voluntário e Coordenador-Geral do PROFESP na ESD, abrir o nosso espaço à comunidade proporciona muitos benefícios: “São ações que visam tirar crianças de situações de vulnerabilidade social, proporcionando inclusão e enfatizando valores como patriotismo, civismo, espírito de corpo, lealdade, dentre outros”, disse.

blankjogos escolares handebol ESD (52).JPG

PROFESP

A ESD é o primeiro núcleo do PROFESP com atividades quatro vezes por semana. São 260 crianças e adolescentes beneficiados, divididos em dois turnos, com aulas de educação no trânsito, karatê, natação, vôlei, futsal, além de oficina de cidadania, reforço escolar e atividades lúdicas.

jogos escolares futebol ESD.JPG

O Programa Forças no Esporte foi criado em 2003 e, atualmente, é desenvolvido pelo Ministério da Defesa, em parceria com os Ministérios da Cidadania; da Educação; e da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos. As instituições parceiras contribuem com o custeio da alimentação, do pagamento dos professores, da compra de material esportivo e de uniformes. Atualmente, mais de 30.236 jovens são beneficiados pelas ações, em 203 organizações militares e 322 núcleos, em todo o país.

Ten. Cristiane dos Santos, Escola Superior de Defesa
Fotos: Divulgação

Fonte: Defesa em Foco

Participe do nosso grupo e receba as principais notícias do Defesa News na palma da sua mão.

blank

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.