Navio de Apoio Oceanográfico “Ary Rongel” suspende rumo à Antártica

blank
Navio de Apoio Oceanográfico “Ary Rongel” em Punta Arenas, no Chile

Em continuidade à 40ª Operação Antártica (OPERANTAR XL), o Navio de Apoio Oceanográfico “Ary Rongel” desatracou, de Punta Arenas, no Chile, no dia 25 de outubro, rumo ao continente gelado.

A comissão teve início no dia 13 de outubro, quando o navio partiu do Arsenal de Marinha do Rio de Janeiro. No dia 16, fez uma parada logística em Rio Grande (RS), para embarque de material destinado à Estação Antártica Comandante Ferraz (EACF). Na sequência, navegou rumo ao Sul, passando pela costa do Uruguai e da Argentina, até adentrar o Estreito de Magalhães, chegando, então, em Punta Arenas, no dia 24.

blank
Embarque de material destinado à Estação Antártica Comandante Ferraz

Para chegar à Antártica, o “Gigante Vermelho” – como é apelidado o navio – passará pelos sinuosos Canais Chilenos, atravessará o Estreito de Drake e, já no Oceano Austral, navegará até a Ilha Rei George, a maior do Arquipélago Shetland do Sul. Sua chegada à EACF, prevista para o dia 28 de outubro, marcará o retorno dos projetos de pesquisa ao Continente Antártico, após as restrições impostas pela pandemia, bem como a chegada do Grupo-Base Antarticus, que comporá a próxima tripulação da Estação Antártica.

Participe do nosso grupo e receba as principais notícias do Defesa News na palma da sua mão.

blank

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.