Produtora de nióbio se une a laboratório do Sirius para fabricar supercondutores

blank
CNPEM

A Companhia Brasileira de Metalurgia e Mineração, que é a líder mundial na produção e comercialização de produtos de nióbio, e o Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais, fecharam um acordo de cooperação para desenvolver materiais supercondutores à base de nióbio.

Se você ainda não escutou sobre o Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais, certamente já escutou falar sobre o Sirius, o maior acelerador de partículas do Brasil, localizado em Campinas SP.

O objetivo do Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais é utilizar uma liga de nióbio-titânio, desenvolvida por meio dessa parceria, no próprio acelerador Sirius. Além disso, a Companhia Brasileira de Metalurgia e Mineração vê a possibilidade de ampliar a demanda mundial por nióbio, fabricando produtos que usam o minério e que tenham um maior valor agregado.

Produtora de nióbio se une a laboratório do Sirius para fabricar supercondutores

 

Participe do nosso grupo e receba as principais notícias do Defesa News na palma da sua mão.

blank

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.