Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicações Estratégicas completa 5 anos no Espaço

blank

Google News

Em 4 de maio de 2017, o Brasil lançava seu primeiro satélite de telecomunicações de emprego dual, a partir do Centro Espacial de Kourou, na Guiana Francesa, a bordo de um veículo Ariane 5: o Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicações Estratégicas (SGDC), iniciando uma nova era para a comunicação militar e civil.

Entre no canal do Defesa em Foco no Whatsapp e fique por dentro de todas as notícias do dia

A partir dessa data, o País passou a contar com um sistema capaz de fornecer conexão de Internet banda larga de alta velocidade em 100% do território nacional, beneficiando a comunicação no setor de Defesa e a sociedade de modo geral.

blankDesenvolvido pela empresa francesa Thales Alenia Space, que assinou um contrato com a Visiona (uma joint venture formada pela Embraer e pela estatal Telebrás), o SGDC tem uso dual, ou seja, civil e militar.

De um lado, utilizando a banda Ka, o satélite possibilita acesso à conexão de banda larga em todos os locais do país. De outro, a partir da banda X, é possível tramitar informações afetas às áreas de defesa e governamental.

Segundo a Estratégia Nacional de Defesa, a Força Aérea Brasileira (FAB) é a responsável pelo desenvolvimento do setor espacial na área de defesa do país. É da FAB, em parceria com a Telebrás, a incumbência pela operação e pelo monitoramento do satélite.

blankNo Centro de Operações Espaciais (COPE), organização subordinada ao Comando de Operações Aeroespaciais (COMAE), localizado em Brasília (DF), foi instalada uma das antenas utilizadas nas atividades; ela tem 18 metros de altura, 13,5 metros de diâmetro e pesa 42 toneladas.

Após cinco anos, o SGDC provê comunicações seguras em todo o território nacional, alcançando, por exemplo, navios da Marinha nos Oceanos Atlântico e Pacífico, tropas do Exército dos Pelotões de Fronteira e nos mais inóspitos locais do Brasil.

Essa capacidade permite o enlace de comunicação por voz ou dados (internet ou intranet) de alto desempenho, possibilitando o Comando e Controle de unidades isoladas ou deslocadas.

blankO Chefe do COPE, Brigadeiro do Ar Rodrigo Alvim de Oliveira salientou a importância da data e do trabalho realizado pela FAB. “É com muito orgulho que completamos hoje 5 anos de operação segura e eficiente do SGDC, em parceria com a TELEBRAS. A Força Aérea está em constante aperfeiçoamento, para cada vez mais contribuir para o progresso do nosso país na área espacial”, relata.

Para este ano, ainda está previsto o lançamento do segundo satélite a ser controlado pelo COPE , este com foco em captura de imagens radar. Assim, o País caminha rumo ao progresso e ao desenvolvimento tecnológico.

Fotos: Tenente – Coronel Aviador Luis Felipe De Moura Nohra/ COMAE

Fonte: Defesa em Foco

Participe do nosso grupo e receba as principais notícias do Defesa News na palma da sua mão.

blank

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.