TAURUS e CBC lançam nova edição do Programa de Instrutores Credenciados

blank
TAURUS e CBC lançam nova edição do Programa de Instrutores Credenciados. Foto: Carine Baistrochi Cardoso

Nesta semana, a Taurus e a Companhia Brasileira de Cartuchos (CBC), Empresas Estratégicas de Defesa, realizaram o lançamento da 2ª edição do Programa Instrutores de Armamento e Tiro. Diante do avanço da vacinação em todo Brasil e a previsão de ter 100% dos colaboradores vacinados com a 2ª dose até final de outubro, as Companhias decidiram dar continuidade ao Programa que havia sido adiado em 2020 devido ao protocolo de prevenção à COVID-19.

Com o objetivo de formar um grupo de elite de Instrutores de Armamento e Tiro, as empresas selecionaram aproximadamente 100 instrutores de todas as regiões do país para atuarem como Embaixadores das marcas TAURUS e CBC. Os credenciados terão como compromisso a disseminação de conhecimento técnico sobre os produtos, a realização de treinamentos, eventos e demonstrações, entre outras atividades.

Nos dias 26 e 28 de outubro ocorreu o lançamento através de um encontro virtual com o CEO Global da Taurus, Salesio Nuhs, e a Gerente Comercial e de Marketing da CBC, Beatriz Bernal Gliosi. Entre dezembro de 2021 e fevereiro de 2022 acontecerão integrações presenciais nas fábricas da TAURUS e da CBC. Os instrutores credenciados realizarão um workshop sobre as marcas, vão conhecer os processos produtivos/operacionais, assim como o completo portfólio de produtos da Taurus e da CBC.

Os candidatos selecionados para participar são necessariamente instrutores de armamento e tiro credenciados pela Polícia Federal ou pela Organização da Segurança Pública (OSP) – membros da Polícia Civil, Polícia Militar, Polícia Penal, Polícia Federal e Polícia Rodoviária Federal, com comprovação por meio de certificado/documentação válida, além de profissionais com Certificado de Registro no qual consta licença para atividade de instrutor de tiro. A escolha do instrutor de armamento e tiro credenciado TAURUS/CBC foi uma prerrogativa das empresas, considerando suas estratégias e a necessidade de cobertura do território nacional.

“Estamos realmente muito satisfeitos com o programa. Houve uma procura muito grande e isso é o reconhecimento pela importância das marcas Taurus e CBC. Não pudemos nesta primeira etapa de credenciamento atender a todos que se inscreveram. O número de interessados é enorme e isso é explicável pela forte presença das empresas no mercado nacional e mundial. Hoje, a Taurus tem uma presença muito importante no Brasil e no mundo, sendo a marca mais importada pelos consumidores norte-americanos, considerado o maior mercado global de armas. Como vocês sabem, fizemos esse ano um lançamento simultâneo no Brasil e nos Estados Unidos da pistola GX4 e esta arma ganhou dois importantes prêmios de qualidade nos EUA, como melhor dos melhores novos produtos na categoria pistola e melhor dos melhores no geral (entre os finalistas de todas as seis categorias do prêmio). Então, é compreensível essa procura dos instrutores brasileiros para fazer parte deste grupo de elite de instrutores de armamento e tiro e o interesse em atuarem como embaixadores das marcas TAURUS e CBC”, afirma Salesio Nuhs, CEO Global da Taurus.

“A sólida reputação conquistada pela CBC e pela TAURUS no mercado é o que torna o programa tão atrativo. Oferecemos aos consumidores brasileiros produtos voltados à defesa, à segurança, ao esporte e ao lazer, com todo suporte que uma empresa brasileira pode dar, disponibilizando pós-vendas, assistência técnica e peças de reposição. A CBC tem 95 anos de história no setor, é líder mundial de munições e tem importantes lançamentos de produtos que reforçam sua tradição em munições e armas longas. Tudo isso, com certeza, gera muito valor aos instrutores credenciados”, afirma Paulo Ricardo Gomes, Diretor Comercial & Marketing da CBC.

Fonte: Assessoria de Imprensa

Participe do nosso grupo e receba as principais notícias do Defesa News na palma da sua mão.

blank

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.